segunda-feira, 16 de julho de 2018 0 comentários

Tarte cremosa de mousse de chocolate

Fui desafiada pela miga Madalena para fazer esta tarte (ela sabe que eu sou uma chocohólica assumida! 😛 ). E eu, como boa menina que sou, aceitei o desafio! Aproveitei que tinha um jantar de aniversário e toca de fazer. A receita podem ver aqui neste video.
Duas coisas, primeiro tive de por mais farinha na massa que aquela que vem mencionada na receita pois ficou demasiado mole para moldar. E segundo, como se pode ver nas fotos a tarte não ficou propriamente cremosa, não como no video pelo menos! Mas, apesar disso, posso dizer que sim, foi aprovada. Fica uma tarte deliciosa, com um sabor bem intenso a chocolate, adorei! Para quem não aprecia muito o sabor forte do chocolate aconselho a servir junto com uma bola de gelado, por exemplo, ou até mesmo com um pouco de chantilly, que já vai ajudar a cortar um pouco. 😉


















Ingredientes:

Para a massa:

170 g de farinha (tive de usar mais e não dizia nada na receita mas eu coloquei fermento)
150 g de açúcar (usei amarelo)
1 colher (sopa) de chocolate em pó
1 pitada de sal
150 g de manteiga
1 ovo
1 colher (chá) de essência de baunilha

Para o creme de chocolate:

20 g de açúcar (usei amarelo)
250 ml de leite
20 g de pudim instantâneo (usei uma saqueta de 25 g de baunilha )
200 g de chocolate culinário
130 ml de natas

Modo de preparação:

Numa taça coloque todos os ingredientes da massa, 




misture muito bem até formar uma bola. Leve ao frigorífico.



Enquanto isso prepare o recheio;
Num tacho coloque o açúcar, o leite, o pudim dissolvido num pouco de leite e leve ao lume mexendo sempre até engrossar.



Coloque o chocolate partido em pedaços numa taça juntamente com as natas e leve a derreter no microondas. 



Deite no creme de baunilha e misture bem. Reserve.



Retire um pouco da massa e guarde para enfeitar a tarte. Estenda a restante massa e forre uma forma de fundo removível, já untada, com ela. Faça furos no fundo com um garfo.



Encha com o creme de chocolate. 



Estenda a massa que reservou, corte 6 tiras e enfeite com elas a tarte. Com a ajuda de um garfo faça enfeites a toda a volta.

Leve ao forno pré aquecido a 170º C durante 40 minutos.



Deixe arrefecer um pouco e desenforme. Pode servir quente ou fria.


Bom apetite! Print Friendly and PDF
segunda-feira, 9 de julho de 2018 1 comentários

Arroz de marisco

Há mais de 11 anos que não comia isto... parece incrível, mas é verdade!
É um prato que adoro e curiosamente nunca me lembro de fazer, vá-se lá entender... 😕
Aqui deixo a forma como faço o meu, ficou uma verdadeira delícia!!




Ingredientes:

800 g de mistura de marisco a gosto ( eu usei berbigão, ameijoas, camarão descascado e com casca, mexilhão e delicias do mar)
1 cebola média
3 dentes de alho grandes
1 folha de louro
100 ml de polpa de tomate
100 ml de vinho branco
3 tiras grossas de pimento verde
1 caldo de galinha
Sal e pimenta a gosto
Jindungo em pó a gosto
1 ramo de salsa 
Arroz q.b.

Modo de preparação:

Num tacho coloque a cebola e os alhos picados, o louro, o pimento e o azeite. Deixe refogar até que a cebola aloure um pouco. Deite depois a polpa de tomate, o caldo de galinha, o berbigão, o camarão descascado e o mexilhão, regue com o vinho branco, tempere de sal, pimenta e jindungo a gosto e deixe cozinhar um pouco. Deite depois água suficiente para cozinhar o arroz e o arroz. Assim que começar a ferver acrescente o restante marisco e a salsa picada, rectifique os temperos e deixe cozinhar. Quando o arroz estiver quase cozido retire do lume e tape. 
Sirva de imediato.

Bom apetite! Print Friendly and PDF
sexta-feira, 6 de julho de 2018 2 comentários

Clafoutis de queijo e tomate

A minha filha tem um telemóvel, mais velhote, só para se poder entreter de vez em quando a ver bonecadas na internet. E o que é que nós temos a ver com isso?- Perguntam vocês. Pois foi numa dessas vezes, em que lhe íamos colocar os bonecos a dar, que reparámos nesta receita. Foi ela que a escolheu, sem querer óbvio! 😂
Li a receita, que podem ver aqui, e achei interessante, disse logo, "Filhota, hoje foste tu que escolheste o jantar!" 😊
Lá fui para a cozinha meter mãos à obra. Esta receita faz-se em menos de nada e ficou uma maravilha! A filhota, apenas com 2 aninhos, já começa a ter bom gosto! 😁
Eu ao fazer a receita achei que a quantidade de farinha era pouca, pois a massa ficou muito liquida, por isso acrescentei mais.




Ingredientes:

3 ovos grandes
400ml leite
50g queijo parmesão ralado na hora
1 colher chá sal
pimenta do reino
1 colher chá fermento químico
125 g farinha de trigo (coloquei 250 g)
150 g queijo picado — cubos pequenos ou médios (usei queijo de São Jorge)
Um punhado de tomatinhos
Folhas de manjericão (não tinha, coloquei tomilho)

Modo de preparação:

Ligue o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20 cm.
Misture bem os ovos, o leite, o parmesão, o sal, a pimenta e o fermento. Acrescente a farinha e mexa devagar até que ela desapareça na massa (melhor usar um fouet para fazer isso). Adicione o queijo picado e despeje a massa na forma. Espalhe os tomatinhos e o manjericão (usei tomilho) por cima e leve ao forno por 35 a 40 minutos, até dourar bem. 
Servi a acompanhar umas costeletas grelhadas.



Bom apetite e bom fim de semana! Print Friendly and PDF
segunda-feira, 2 de julho de 2018 0 comentários

Tarte de amêndoa III

Adoro tarte de amêndoa, sem dúvida que é das minhas favoritas. E quando vi esta receita numa das minhas revistas Cozinha prática de sucesso tive logo de a fazer. E se depressa a fiz, depressa desapareceu, fica uma maravilha! 😉



















Ingredientes:

400 g de massa folhada (usei de compra)
1,25 dl de água
250 g de açúcar
7 gemas
1 colher (sopa) de farinha
Baunilha em pó a gosto
150 g de miolo de amêndoa laminada
Açúcar em pó para polvilhar
Groselhas q.b. ( não coloquei)

Modo de preparação:

Sobre uma superfície de trabalho polvilhada com farinha, tenda a massa com um rolo de cozinha e forre com ela uma tarteira com 20 cm de diâmetro, com fundo amovível. Pique o fundo com um garfo e reserve.
Para o recheio, leve ao lume a água com o açúcar e deixe ferver por dois minutos. À parte, misture as gemas com a farinha e uma pitada de baunilha. Verta em fio a mistura na calda e cozinhe em lume brando, mexendo sempre, até espessar. Retire do calor e verta dentro da tarteira.
Polvilhe o creme com o miolo de amêndoa e leve ao forno, a 200º C, na parte mais baixa, por 20 minutos. Retire depois de cozida, deixe arrefecer e desenforme sobre um prato de servir.
Polvilhe com açúcar em pó e sirva decorada com groselhas.





Bom apetite e bom fim de semana.

Print Friendly and PDF
quarta-feira, 27 de junho de 2018 1 comentários

Tarte de bacalhau à Piteca

Esta receita saiu-me assim de improviso para responder ao desafio da caixa mistério que está a decorrer no Cantinho das Cozinheiras. Desta vez os ingredientes escolhidos foram Bacalhau, Alho francês e Queijo. Neste desafio temos de utilizar pelo menos dois dos ingredientes escolhidos mas eu decidi utilizá-los todos pois acho que assim tem mais piada, embora confesse que não foi nada fácil!😀
Aqui fica então a receita e, deixem que vos diga que, modéstia à parte, ficou uma verdadeira delicia. 😊




















Ingredientes:

1 posta de bacalhau
1 cebola cortada em meias luas
3 dentes de alho picados
1/2 alho francês cortado em rodelas
1 folha de louro
100 ml de azeite
100 ml de polpa de tomate
Batatas às rodelas fritas q.b.
200 g de queijo mozzarella ralado
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparação:

Coza o bacalhau e desfie.
Pré aqueça o forno a 250º C (em cima e em baixo).
Coloque uma frigideira ao lume com o azeite, a cebola, o alho francês, os alhos e o louro, tempere de sal e pimenta e deixe refogar até que a cebola fique dourada. 



Adicione depois a polpa de tomate e o bacalhau desfiado e deixe cozinhar um pouco misturando tudo muito bem. Retire do lume e reserve.



Unte uma tarteira de fundo removível e coloque uma camada de batatas fritas no fundo e em toda a lateral da forma. 



Polvilhe com queijo e coloque por cima outra camada de batatas, de forma a que o fundo e as laterais fiquem todos tapados. Nas laterais tenha o cuidado de colocar também queijo entre as camadas de batatas para que colem umas nas outras. 



Leve ao forno para que o queijo derreta e as batatas fiquem douradas. Retire do forno e desligue a parte de baixo do forno.



Deite o recheio de bacalhau na forma, tendo o cuidado de retirar o louro e polvilhe com o restante queijo ralado.




Leve novamente ao forno até que fique dourado.



Retire, deixe arrefecer um pouco e desenforme. Enfeite com salsa picada a gosto.
Sirva de seguida.



Bom apetite e bom fim de semana.

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 25 de junho de 2018 0 comentários

Vulcão de Pavlova - A cozinhar com...

E esta foi a segunda receita que fiz para este passatempo, a tal que já tinha guardada eh eh.  A receita da Ana podem ver aqui
Fiz este doce também para uma festa de aniversário e devo dizer que me surpreendeu bastante, fi-lo perfeitamente convencida de que todos (eu incluida) iriam achar muito enjoativa, mas não. Ficou uma maravilha, aliás, eu fiquei completamente rendida não só por ser deliciosa, mas porque me saiu bem, ao contrário do que eu estava à espera! 😆 Eu e tudo o que sejam doces à base de claras batidas não nos entendemos muito bem... 😋
Só vos digo que muito pouco sobrou para contar a história... 😁





Ingredientes:

9 claras
250 g de açúcar em pó
1colher de sopa de amido de milho
1colher de chá de vinagre

Cobertura: 

250 gr de iogurte grego natural ligeiro adoçado com açúcar em pó (coloquei uma colher de sopa de mel)

Molho de morangos: levo a ferver 5 ou 6 morangos partidos e bem maduros com 1 colher de açúcar. Deixo que se desfaçam mexendo sempre e retiro do lume para arrefecer. Este processo é rápido!

Framboesas (usei amoras que era o que tinha)
Açúcar em pó 

Modo de preparação:

Vou precisar de 1 folha de papel vegetal com círculo desenhado -cerca de 20cm.

Bato as claras em castelo em velocidade alta. Quando começam a ficar firmes junto aos poucos o açúcar, mas sem deixar de bater. Adiciono o amido e o vinagre e bate durante uns minutos até se apresentar um merengue firme e brilhante. Coloco a folha de papel vegetal com a parte riscada para baixo no tabuleiro de forno e preencho o círculo com o merengue. Aliso as paredes, tentando que fiquem altas e deixo o centro bastante mais baixo, para parecer um vulcão. 



Com um garfo faço riscos a toda a volta e vai a cozer em forno pré aquecido a 150°C durante 15 minutos. Após este tempo baixo para 140°C e deixo que coza durante 1.30 h. Desligo o forno e mantenho a minha linda e deliciosa Pavlova no forno até arrefecer por completo. Por norma faço à noite e deixo-a dormir no forno até ser dia! (Eu deixei no forno 1h com a porta do forno entreaberta depois retirei e deixei arrefecer completamente.)
Coloco a Pavlova num prato de servir retirando com muito cuidado o papel vegetal. Se for arriscado, corto bem rente à volta. 



No centro do "vulcão" coloco com cuidado o creme de iogurte. Por cima salpico com o molho de morangos e decoro com framboesas (usei amoras) e açúcar em pó.




Clique na imagem para ver o desafio

Ana, minha querida, espero que tenhas gostado das minhas participações, foram super aprovadas por todos aqui e já tenho mais umas coisinhas em vista para fazer também, eh eh, mas isso será para uma outra altura! 😉
Beijinhos grandes para ti.

Bom apetite! Print Friendly and PDF
1 comentários

Tarte de doce de leite com queijo quark - A cozinhar com...

É impressão minha ou os meses estão a passar a correr?? Ainda ontem era Natal... 😄
Pois é, mais um dia 25 que chegou e este mês a feliz contemplada foi a bela e maravilhosa Ana Rama com o seu delicioso cantinho CakeDiction. Confesso, não foi fácil... a vontade era mesmo fazer tudo, mas, bem, não podia ser né? Escolhi duas receitinhas (na verdade uma já a tinha guardada para fazer 😋) esta e uma outra que mais logo já postarei! 
Ficou uma verdadeira maravilha esta tarte, foi feita para a festa de aniversário da minha sogra e foi muito apreciada por todos! Será com certeza repetida. 
Amiga Ana, como já te disse, tu dás cabo de mim!! 😆
Aqui fica então a receita:




Ingredientes:

1 pacote de bolacha Maria triturada ( reservo 2 colheres de sopa)
Manteiga derretida q.b. (devo ter colocado à volta de 50 g)
Sumo de meio limão
1 lata de leite condensado cozido
200 g de queijo Quark ( ou ricota)
1 embalagem de natas frescas
4 folhas de gelatina incolor

Modo de preparação:

Faço uma pasta com a bolacha triturada, manteiga e sumo de limão e forro uma tarteira (coloquei numa forma de semifrio) com esta pasta, pressionando bem. Reservo no frigorífico. Hidrato as folhas de gelatina em água fria.
Bato as natas ( que devem estar bem frescas) até ficarem firmes e reservo.
Utilizo a batedeira e misturo bem o leite condensado e o queijo até se apresentar um creme liso. Espremo as folhas de gelatina, junto 2 colheres deste creme e levo ao microondas durante uns segundos para derreterem e junto ao creme em fio, mexendo bem. Adiciono as natas, envolvo e coloco na tarteira por cima da placa de bolacha. Reservo no frigorífico durante algumas horas e um pouco antes de servir salpico a bolacha reservada por cima. 



Clique na imagem para ver o desafio

Bom apetite!
Print Friendly and PDF

Número total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
;