sexta-feira, 31 de outubro de 2014 10 comentários

Broas da avó (da Maria)- Evolution Mix

Claro que a receita que vos trago hoje tinham de ser broas, ou não estivéssemos nós na véspera de Halloween (dia dos bolinhos). ;)
A receita retirei daqui e só vos digo que adorei, ficaram uma delicia, para além de que fiquei com o trabalho bem mais facilitado…eh eh! É uma receita para a Bimby, mas deu para adaptar perfeitamente à minha Evolution Mix.
Aqui fica então a receitinha já adaptada:

Broas da AvóBroas da Avó.

Ingredientes:

250 ml de água
125g de azeite
125g de mel
250g de açúcar amarelo
1 colher de sobremesa de canela em pó da Suldouro
1 colher de sobremesa de erva-doce em pó da Suldouro
90g de nozes
250g de farinha
Açúcar branco para envolver

Modo de preparação:

Pique as nozes 30 s/vel. 4. Retire e reserve.
Coloque a água no copo e programe 3 min./ temp. 100/ vel. 3. Quando a água estiver bem quente adicionam-se todos os ingredientes (incluindo as nozes reservadas anteriormente) menos a farinha, programe 5 min./temp. 100/vel. 2.
Adicionar cerca de metade da farinha e programar 5 min., temp. 100, vel. 2. Passado esse tempo juntar a restante farinha e programar novamente 3 min., temp. 100, vel. 2.
Retire a massa do copo e deixar arrefecer por um bocado.
Entretanto aqueça o forno a 180ºC e prepare um tabuleiro com tapete anti-aderente. Quando a massa estiver a uma temperatura manejável, forme pequenas broas e coloque no tabuleiro. Faça uns pequenos golpes com uma faca ou calque ligeiramente com um garfo.
Leve ao forno por 20 minutos.
Depois de prontas, retire e passe por açúcar.



Método tradicional:

Pique as nozes e reserve.
Ferva a água e junte-lhe todos os ingredientes excepto a farinha, misture muito bem e deixe cozer um pouco. Acrescente por fim a farinha, mexendo sempre, assim que estiver toda misturada, retire a massa para um recipiente e deixe arrefecer até conseguir tender.
Forme as broas e coloque num tabuleiro forrado com um tapete anti-aderente ou papel vegetal e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 20 minutos.
Depois de cozidas passe as broas por açúcar.

Broas da Avó-pertoBroas da Avó-mperto

Nota: Esta receita rendeu duas dúzias de broas certinhas.

Bom apetite e um feliz Dia de Todos os Santos para todos/as!

Print Friendly and PDF
quarta-feira, 29 de outubro de 2014 6 comentários

Bacalhau à Etelvina- Evolution Mix

Apetecia-me um prato de bacalhau, mas nada do que é costume, por isso pus-me à procura de algo diferente. Encontrei esta receita no meu livro “O tesouro das cozinheiras” e ficou logo decidido. Eu sou suspeita, pois eu adoro tudo o que sejam pratos de bacalhau, mas sem dúvida nenhuma que este será novamente repetido, pois ficou uma maravilha. :)
A receita modifiquei-a de forma a poder utilizar a minha Evolution mix, mas deixo as duas versões.

Bacalhau à Etelvina
Bacalhau à Etelvina-empratado

Ingredientes:

500 g de bacalhau demolhado
1,5 kg de batatas
1 cebola grande
3 dl de azeite
6 gemas
Pimenta branca acabada de moer da Suldouro
Salsa picada da Suldouro

Modo de preparação:

Coza o bacalhau, retire-lhe as peles e espinhas e abra em lascas. Descasque e corte as batatas em rodelas grossinhas que se fritam em óleo fervente, sem deixar ganhar cor.
No fundo de um prato de ir ao forno colocam-se camada alternadas de batatas fritas e lascas de bacalhau, terminando com uma camada de batatas.
*Descasque as cebolas e parta-as para dentro do copo da evolution mix, deite o azeite e pique 30 s. vel. 6. De seguida refogue 5 min./temp. máx./vel. 1.
Num recipiente à parte desfaça as gemas ás quais se junta pouco a pouco o azeite e volta ao lume a engrossar sem ferver. Tempera-se com um pouco de pimenta.
Despeja-se este molho sobre o preparado de bacalhau e batatas e leva-se ao forno pré-aquecido a 180º C a cozinhar durante 10 minutos. 
Polvilha-se de salsa picada e serve-se. 

* Método tradicional: Pica-se a cebola tão miudinha que fique quase uma espuma e leva-se ao lume num tacho com o azeite, só até cozer a cebola.

Bacalhau à Etelvina-empratado perto

Os produtos oferecidos pela Suldouro que foram utilizados nesta receita.

Bacalhau à Etelvina-parceria

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
terça-feira, 28 de outubro de 2014 7 comentários

Costeletas do cachaço com molho de cogumelos e mostarda com mel

Mais uma vez apeteceu-me inventar e isto foi o que saiu… Uma maravilha completamente aprovada por ambos! A repetir sem duvida!
Fiz assim:


Costeletas do cachaço com molho de cogumelos, mel e mostarda-empratadoCosteletas do cachaço com molho de cogumelos, mel e mostarda-empratado perto

Ingredientes:

6 costeletas do cachaço
100 ml de azeite
100 ml de vinho do Porto
1 colher (sopa)bem cheia de molho de mostarda com mel da Paladin
Alho em pó a gosto
1 lata de cogumelos inteiros
1 raminho de alecrim fresco
1/2 embalagem de molho de iogurte da Paladin
Sal a gosto
Pimenta branca moída na hora (moínho) da Suldouro

Modo de preparação:

Numa frigideira coloque o azeite a aquecer.
Tempere as costeletas de sal, alho em pó e pimenta de ambos os lados e frite no azeite até que fiquem bem loirinhas. Retire-as para uma travessa de servir e reserve num sitio quente.
Escorra um pouco do azeite retirando todos os restos de carne que possam ter ficado. Deite os cogumelos escorridos, o vinho do Porto, o molho de mostarda e mel, o alecrim e um pouco de água, rectifique os temperos e deixe fritar um pouco para cozinhar os cogumelos, acrescentando um pouco de água de vez em quando para não queimar. Quando estes estiverem fritos retire a frigideira do lume e acrescente o molho de iogurte. Envolva tudo muito bem e deite por cima das costeletas.
Sirva de seguida. Eu servi com batatas fritas.

Costeletas do cachaço com molho de cogumelos, mel e mostarda

Os produtos que me foram oferecidos pela Suldouro e pela Paladin que utilizei nesta receita:

Parceria febras com molho de iogurte e salva


molho-iogurte-paladin-bico-250

td_mostarda_com_mel_250g_paladin
Imagens retiradas da net

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
quinta-feira, 23 de outubro de 2014 5 comentários

Arroz de cabidela de frango

Só há pouco tempo experimentei comer arroz de cabidela e foi em casa do meu pappy. Nunca na minha vida tinha provado e tão pouco alguma vez tinha feito. Mas eu sempre fui e continuo a ser daquelas pessoas que nunca diz que não gosta de algo sem provar. E se me parecia um pouco estranho comer um prato feito com sangue de algum animal, assim que o provei mudei logo de opinião e passei a adorar. Daí a experimentar fazer em casa, bem, foi apenas um instante… :)
Aqui fica o arroz de cabidela feito à moda do meu querido pappy.

Arroz de cabidela de frango-empratado

Ingredientes:

1 frango grande caseiro
150 ml do sangue do frango misturado com vinagre
1 cebola média
3 dentes de alho
1 folha de louro
1 colher (sopa) de pimentão doce
100 ml de azeite
100 ml de vinho tinto
Sal a gosto
Pimenta preta a gosto
150 g de Arroz Carolino das Lezírias Ribatejanas Bom Sucesso
Água (o dobro do arroz)

Modo de preparação:

Num tacho coloque a cebola e os alhos picados, o louro, o azeite e deixe refogar um pouco até que a cebola amoleça. Adicione o frango, cortado em pedaços, o pimentão doce, o vinho e tempere de sal e pimenta a gosto. Deixe cozinhar um pouco. Adicione a água e deixe cozer o frango. Quando este estiver meio cozido deite o arroz e deixe acabar de cozer. Quando o arroz estiver quase cozido, rectifique os temperos e deite o sangue, misturando bem. Deixe ferver mais um minuto e retire do lume.
Sirva de imediato.

Arroz de cabidela de frango

O arroz que utilizei para fazer esta receita:

15226282_p3Rve
Imagem retirada da net

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 20 de outubro de 2014 6 comentários

Bifes de vaca com molho de whisky e mostarda

Mais uma forma de preparar os bifes de vaca, feita de improviso e que ficou uma delicia autêntica. Eu sei que já é tarde mas… São servidos/as? :D

Bifes de vaca com molhos de whisky e mostarda

Ingredientes:

2 bifes de vaca do pojadouro (cortei-os ao meio)
150 g de margarina
50 ml de azeite
1 colher (sobremesa) de alho em pó
Sal a gosto
Pimenta branca moída na altura da Suldouro
2 cálices de whisky
1 colher (sobremesa) de mostarda
100 ml de leite

Modo de preparação:

Numa frigideira coloque o azeite e a margarina e leve ao lume a derreter. Acrescente os bifes, tempere com o alho, sal e pimenta a gosto e deixe fritar. Assim que estiverem prontos retire-os para um prato e reserve. Ao molho junte o whisky, acenda e deixe arder para que todo o alcoól se evapore. Assim que apagar adicione a mostarda e misture muito bem até que se dissolva completamente. Por fim deite o leite e coloque novamente os bifes na frigideira, deixe fritar mais um minuto para que o molho engrosse um pouco e retire do lume.

Bifes de vaca com molhos de whisky e mostarda-empratado

Sirva com batatas fritas.

O produto da Suldouro que utilizei nesta receita:

DSCF3966

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
sexta-feira, 17 de outubro de 2014 5 comentários

Bolo de aniversário “piu piu”

Mais um bolinho que fiz, este para uma menina que completa 2 aninhos de existência. Foi feito um pouco à pressa, pelo que o piu piu , que era suposto ser um tweety, ficou assim meio desfigurado…ah ah ah…
Apesar de tudo acho que até não ficou mal de todo… :P

Bolo piu piu

Bolo piu piu-perto

Bolo piu piu-boneco

Bolo piu piu-laço

Bom apetite e bom fim de semana.

Print Friendly and PDF
terça-feira, 14 de outubro de 2014 7 comentários

Popietes com molho de cerveja e natas

Mais uns popietes feitos de improviso, isto para não andarmos sempre a comer o mesmo…eh eh.
Modéstia à parte, ficaram maravilhosos, mas para a próxima antes de os cozinhar coloco-os primeiro a tostar a gordurinha na frigideira, apenas porque fica mais crocante  e sempre dá mais sabor. Fica a dica para quem resolver experimentar! ;)
Então fiz assim:

Popiettes com molho de cerveja e natasPopiettes com molho de cerveja e natas- perto

Ingredientes:

1 embalagem de popietes de porco com manteiga, alho e salsa (trás 6)
1 cebola pequena
2 dentes de alho
50 g de margarina
2 cervejas minis
1 pacote de natas light (200 ml)
Sal a gosto
Pimenta branca moída na hora da Suldouro
1 colher (sobremesa) de pimentão doce da Suldouro
Salsa picada da Suldouro

Modo de preparação:

Num tacho deite a cebola e os alhos picados, a margarina e deixe fritar até que a cebola fique translúcida. Coloque os popietes, tempere de sal, pimenta e pimentão doce, regue com as cervejas, tape e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando. Assim que estiverem prontos, retire os popietes para dentro de um prato e retire-lhes os elásticos. Reserve.
Ao molho acrescente a salsa e as natas, coloque novamente os popietes envolvendo-os bem no molho. Assim que este engrossar um pouco retire o tacho do lume e sirva.
Eu servi com batatas fritas ás rodelas.

Popiettes com molho de cerveja e natas- empratadoPopiettes com molho de cerveja e natas- empratado perto

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
sexta-feira, 10 de outubro de 2014 7 comentários

Brolachas de mel- As broas que viraram bolachas

Pouco antes de chegar o Outono já eu andava a pensar em broas, será normal? Provavelmente não (quase de certeza)…  Não sei se por o tempo andar meio manhoso e não termos tido Verão praticamente nenhum de jeito, enfim… andava com vontade de comer umas broinhas e se a vontade aperta, não há volta a dar.  Lembro-me de uma vez me terem oferecido umas broas de mel que eu simplesmente adorei e, uma vez que não sabia a receita resolvi procurar alguma que me agradasse pela net. Encontrei esta no blogue Viajar, comer & divertir-se que me agradou e, apesar de não ter as quantidades certas da receita, resolvi fazer reduzindo toda a quantidade de ingredientes ao que eu tinha. Não sei se terá sido esse o problema, se foi de não ter colocado os frutos secos e a banha (porque não tinha),  ou se é suposto ser mesmo assim, a verdade é que em vez de broas saíram bolachas, maravilhosas, por sinal, realmente maravilhosas, mas… bolachas. E o que eu queria, o que me apetecia realmente eram broas… 
Enfim, lá terei eu de tentar novamente… :P
Mesmo reduzindo a receita ainda me rendeu entre 40/50 bolachas (perdi-me algures a meio do caminho porque à medida que as ia tirando do forno tanto eu como o meu homem ia-mos atacando), é uma receita que rende muito.
Aqui fica então:

Broas de melBroas de mel- perto

Ingredientes:

400 g de farinha
300 g de açúcar
200 g de manteiga
8 g de bicarbonato de sódio
1 colheres de chá de canela moída
1 ovo
Raspa de 1/2 limão
2 colheres de sopa de mel de cana

Modo de preparação:

Coloque todos os ingredientes num recipiente e envolva-os muito bem com as mãos.
Forme bolinhas pequenas e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 10 a 15 minutos.

Broas de mel- massa

Bom apetite e bom fim de semana!

Resta-me agradecer à Noélia, pela partilha da receita que é realmente fantástica!

Print Friendly and PDF
5 comentários

Tag 11 perguntas

Ora aqui está algo que já não me acontecia há uns aninhos, fui desafiada! Ah Ah Ah…
Quem me desafiou foi a Ana do blogue
Avental de salto alto. Ora quem me conhece sabe que nunca me recuso a responder aos desafios que me são lançados, por isso vamos lá então:

As perguntas são as seguintes:

1- O que não sais de casa sem?

R:
A minha carteira.

2- O teu animal favorito?

R:
Eu adoro animais, mas confesso que tenho um carinho especial pelos golfinhos, adorava um dia poder nadar com eles! ;)

3- Qual o sapato favorito?

R:
Sapatilhas, não há nada como andar confortável!!

4- Produto de maquilhagem indispensável?

R:
Não uso disso.

5- Qual o teu maior sonho?

R:
Abrir o meu próprio negócio

6- Qual o teu defeito?

R:
Sou demasiado sensível.

7- O que te irrita nas pessoas?

R:
A arrogância.

8-  Qual a tua comida favorita?

R:
Hummm… Essa é sempre uma pergunta difícil, tenho várias, entre elas o bacalhau com natas e a salada russa.

9- Doce ou salgado?

R:
Doce… e salgado. Os dois juntos então é do melhor! :P

10- O que te deixa feliz?

R:
Os fins de semana e as férias…eh eh eh!

11- Escolhe 5 blogs para responder à tua tag

1- Leonor do blogue Na cozinha da Leonor

2- Bella do blogue Manualidades e não só

3- Romy do blogue Receitas da Romy

4- Ratolinha do blogue O blog da Ratolinha

5- Conceição do blogue Baú da Conceição

E pronto está feito o desafio, resta-me agradecer à Ana por se ter lembrado de mim! :)

Beijinhos doces.

Print Friendly and PDF
quinta-feira, 9 de outubro de 2014 3 comentários

Batatas assadas no micro-ondas com molho de manteiga e ervas

A tropa manda desenrascar, sempre ouvi dizer, e nos dias em que não apetece ter muito trabalho acontece isso mesmo, desenrasca-se qualquer coisa. Desta vez foram mais umas batatas assadas no micro-ondas que ficaram uma delicia!
Fiz assim:

Batatas assadas no microondas com molho de manteiga e ervas

Batatas assadas no microondas com molho de manteiga e ervas-empratado

Ingredientes: 

200 g de batatas para assar
50 g de margarina
1 colher (sobremesa) de mostarda
1 colher (sobremesa) de ervas provence
Sal a gosto

Modo de preparação:

Lave as batatas, coloque-as dentro de um recipiente que possa ir ao micro-ondas e tempere-as de sal a gosto. Misture bem, tape o recipiente com película aderente e faça alguns furos com a ajuda de uma faca. Leve ao micro-ondas  a assar por cerca de 20 minutos na temperatura máxima (pode variar conforme o micro-ondas).
Entretanto faça o molho; Numa frigideira pequena derreta a margarina, junte as ervas provence e a mostarda e misture bem.
Depois de prontas regue as batatas com o molho e misture muito bem.

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 6 de outubro de 2014 10 comentários

Pão de alho e cebola

O meu homem aqui há dias resolveu fazer este delicioso pãozinho para acompanhar o jantar.  Inspirou-se em algumas receitas que viu pela net e resolveu fazer algo mais ao jeito dele… :P
Vocês não conseguem imaginar a delicia que isto é…hi hi hi!!!! Adorámos!
Ele fez assim:


Pão de alho e cebolaPão de alho e cebola perto

Ingredientes:

1 pão médio ( ele usou um que foi feito pela minha sogra no forno a lenha, mas qualquer pão serve)
100 g de margarina
1 colher (chá) de alho em pó
1 colher (sobremesa) de salva e alecrim frescos picados
2 colheres (chá) de sopa de cebola
Queijo mozzarella ralado a gosto

Modo de preparação:

Numa frigideira coloque a margarina e deixe derreter, de seguida deite o alho, as ervas e a sopa de cebola, misture bem e retire do lume.
Dê golpes no pão primeiro no sentido da altura e depois do comprimento de forma a obter cubos (cuidado ao cortar o pão para que não o corte totalmente), regue-o todo com o molho que preparou e polvilhe a gosto com o queijo ralado.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 20 minutos ou até que fique douradinho.
Sirva de imediato.

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
sábado, 4 de outubro de 2014 3 comentários

Tarte fina de maçãs

A minha querida Nocas e respectiva família deram-nos o prazer de nos virem fazer companhia para um almoço à uns tempos atrás e esta foi uma das sobremesas que resolvi fazer. A receita retirei do livro “Nigella Express” adivinhem de quem…eh eh. Ela fez uma tarte rectangular lindíssima mas eu como a massa que tinha era redonda foi mesmo assim que fiz, ficou uma delícia. Só fiz uma coisinha que ela não fez, como achei que a tarte ficou muito branquinha depois de cozida, polvilhei-a com açúcar e toca de usar o maçarico!  :)
Aqui fica então a receita:

Tarte de maçãsTarte de maçãs perto

Ingredientes:

2 maçãs grandes ou 3 pequenas (eu acabei por usar mais)
1 limão (sumo)
1 base de massa folhada 40x23cm (usei redonda)
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga (usei margarina)

Modo de preparação:

Pré-aqueça o forno a 220ºC.
Descasque as maçãs e corte-as ao meio. Coloque o sumo de limão num recipiente com água. Coloque as maçãs dentro da água, isto irá impedi-las de oxidar.
Coloque a massa num tabuleiro untado e com a ajuda de uma faca afiada marque uma borda de 1cm a toda a volta da massa, tenha cuidado para não cortar a massa completamente. Isto irá permitir que as bordas subam acima do recheio de maçã ao cozer.
Retire as metades das maçãs de dentro da água e seque-as. Corte cada metade em quartos e depois fatie cada quarto de maçã o mais fino que conseguir.
Polvilhe toda a base da massa com uma colher de açúcar. Coloque as fatias de maçã sobrepondo-as umas em cima das outras, ao longo de toda a massa de modo a formar linhas de maçã até que toda a massa fique coberta.
Num tacho deite a manteiga com o restante açúcar e leve ao lume, deixe ferver até ficar com um tom dourado. Regue as maçãs com este preparado e leve a tarte ao forno.
Deixe cozer por 20-25 minutos.

Tarte de maçãs-fatia
Tarte de maçãs-fatia perto

Bom apetite e bom fim de semana!

Print Friendly and PDF

Número total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
;