quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 8 comentários

Febras com crosta de broa

Tirei febras um dia destes para fazer para o jantar, mas mais uma vez queria algo diferente. Então, lembrei-me desta receita da Conceição e resolvi fazer. Ela utilizou costeletas, mas eu, como eram febras que tinha, foi mesmo o que usei. O resultado foi excelente, sem dúvida é uma receita fantástica, temperada com a ajuda da Suldouro e da Paladin, eu aconselho todos a experimentar, pois não se vão arrepender.
Aqui fica então:

Febras com crosta de broa Febras com crosta de broa-perto

Ingredientes:

4 febras de porco
3 dentes de alho
1 limão (sumo)
Piri piri q.b.
4 colheres (sobremesa) de ketchup da Paladin
1/4 de uma broa média
1/2 cebola
1 colher (sobremesa) de salsa  folhas da Suldouro
Azeite q.b.
4 fatias de queijo mozzarella
Sal q.b.

Modo de preparação:

Tempere as febras com sal, dois dentes de alho, piri piri e sumo de limão.
Fritam-se as febras num pouco de óleo e colocam-se num tabuleiro de ir ao forno. Barram-se com o ketchup e por cima colocam-se as fatias de queijo.
No processador pica-se a broa, a cebola picada, o alho restante e a salsa. Vá deitando depois um fio de azeite (enquanto está a picar) até obter uma pasta grossa.
Espalhe esta pasta por cima do queijo e leve ao forno a gratinar a 180ºC até que fique louro por cima. Sirva de seguida.
Eu servi com batatas e bróculos cozidos.

Febras com crosta de broa-empratado 

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 12 comentários

Pizza de peixe

Como já tinha referido por aqui a minha mfp à uns tempos resolveu entregar a alma ao criador, por isso nunca mais houve pãozinho acabado de fazer, nem massa de pizza fofinha que era básicamente o que eu fazia com ela… mas, neste Natal, o Sr. Pai Natal resolveu oferecer-me uma nova (e por Pai Natal entenda-se o meu homem) e então tudo voltou!!! Pãozinho e massa da boa!!! :D
Como estreia fiz logo esta pizza meio improvisada na qual utilizei um resto de recheio destes rissóis que já aqui postei que andava a vaguear pelo frigorifico sem destino.
O resultado foi fantástico, espinhas à parte (que caíram lá por engano… :P), ficou uma pizza muito saborosa e completamente aprovada!
Fiz assim:

Pizza de peixePizza de peixe-perto  
Ingredientes (para 2 pizzas grandes):

Massa:

400 ml de água
2 1/2 colheres (sopa) de azeite
2 1/2 colheres (sobremesa) de sal
800 g de farinha de trigo sem fermento
2 1/2 colheres (sobremesa) de fermento de padeiro

Recheio:

Polpa de tomate (ou outro molho de tomate a gosto) q.b.
Recheio dos rissóis de peixe q.b. (podem ver aqui a receita)
1 mão cheia de agriões (folhas)
Orégãos q.b.
1 ovo
Queijo mozzarella e parmesão ralados q.b.

Modo de preparação:

Coloque na cuba da máquina os ingredientes na ordem seguinte: Água, azeite e sal. Acrescente de seguida a farinha e o fermento. Coloque na mfp e inicie o programa das massas (o meu é o 9).
No fim retire a massa da cuba  e estenda-a em círculos, eu fiz duas grandes mas se quiser pode fazer mais pizzas se diminuir o tamanho.
Coloque a massa das pizzas num tabuleiro de ir ao forno, cubra com a quantidade desejada de polpa ou molho de tomate, por cima espalhe o recheio de peixe, seguido dos agriões. Polvilhe com os orégãos a gosto, cubra com o queijo ralado, parta o ovo para o meio da pizza (o meu ficou meio desviado… :P) e leve ao forno até que a massa coza e o queijo derreta.

Pizza de peixe-fatia

Nota: Se quiser pode fazer as bases das pizzas e congelar, assim já ficam prontas a ser utilizadas.

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014 6 comentários

Strogonoff de perú ao molho de mil ilhas

Sinceramente era para fazer um simples strogonoff, pois era mesmo o que me estava a apetecer, mas depois lembrei-me do molho mil ilhas que já tinha aberto no frigorífico e como não queria que se estragasse, toca de inventar algo com ele. O resultado foi um strogonoff diferente mas tão saboroso! Desengane-se quem pensa que estes molhos só servem para utilizar em sandes e saladas, eles são óptimos para temperar qualquer tipo de prato dando-lhes um sabor incrível. Aqui fica mais um exemplo que ficou super aprovado e será com certeza repetido! :)  Este molhinho fantástico foi-me oferecido pela Paladin e aproveitei para utilizar também especiarias que me foram oferecidas pela Suldouro.
Fiz assim:

Strogonoff de perú ao molho de mil ilhas
Strogonoff de perú ao molho de mil ilhas-empratado

Ingredientes:

5 bifes de perú cortados em tiras
1 lata de cogumelos laminados
1/2 cebola roxa
60 ml de azeite
1 colher (sobremesa) de massa de alho
1/2 caldo de carne
2 colheres (sopa) de margarina
4 colheres (sopa) de molho mil ilhas da Paladin
Sal q.b.
5 pimentas da Suldouro q.b.

Modo de preparação:

Numa frigideira coloque a cebola picada, a massa de alho, o azeite, o caldo de carne  e a margarina. Leve ao lume a cozinhar até que a cebola fique translúcida. Acrescente os cogumelos e deixe fritar um pouco. Adicione depois o perú e tempere de sal e 5 pimentas a gosto, deixe cozinhar. Quando estiver quase pronto deite o molho mil ilhas e envolva tudo muito bem. Retire do lume e sirva. Eu servi com esparguete.

Os produtos que utilizei nesta receita:

Strogonoff de perú ao molho de mil ilhas-parceria

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 7 comentários

Sopa de ovo (outra versão)

Fazer sopa não tem grande ciência, misturam-se vários legumes num tacho juntamente com água e alguns temperos, coze-se, tritura-se e está pronta.  É das comidas mais práticas que há e das que melhor fazem. Cá por casa tento que nunca falte ás refeições (embora nem sempre consiga), pois, para além de tudo o que já disse, nós gostamos bastante!
Esta é uma das sopas que mais apreciamos cá em casa, já
aqui tinha postado uma versão que, curiosamente, muita gente não conhecia e agora deixo-vos uma outra forma de a preparar. Fica deliciosa e, com o frio que se faz sentir, sabe mesmo muito bem! Até as crianças adoram! :)
Aqui fica então:

Sopa de ovo (outra versão) Sopa de ovo (outra versão)-perto

Ingredientes:

1 batata grande
2 cenouras grandes
1/2 cebola
1 dente de alho
1/2 funcho
1 chuchu
1 courgette
3 ovos
1 caldo de galinha
100 ml de azeite
Sal q.b.
Água q.b.

Modo de preparação:

Numa panela coloque a batata, as cenouras, a cebola, o alho, o funcho, o chuchu e a courgette descascados e cortados em pedaços. Tape com água, tempere com sal, o caldo de galinha e o azeite e leve ao lume a cozer até que estes fiquem bem cozidos. Triture tudo com uma varinha mágica e se necessário acrescente mais água.
À parte bata bem os ovos e assim que o creme estiver a ferver deite-lhe os ovos em fio e deixe cozer um pouco sem mexer. Assim que reparar que os ovos já estão cozidos mexa bem para que estes se separem. Rectifique os temperos e sirva.

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 7 comentários

Bolo de avelãs e chocolate / Dia dos namoridos

Quem não gosta de avelãs? Quem não gosta de chocolate? E a combinação dos dois, acreditem, ficou perfeita, segundo o meu namorido: “ Sabe a Ferrero Rocher.”  Este foi um bolinho que fiz para um almoço entre família e amigos e que foi muitíssimo aprovado por todos. A receita retirei mais uma vez do meu livro 101 Cakes & Bakes, alterei-a um pouco pois levava também pêras e eu não tinha, mas acreditem que não fizeram lá falta nenhuma! ;)
Aproveitei para utilizar um dos stencils que me foi gentilmente oferecido pela Branca de Neve e fiz uma decoração mais romântica, apropriada para a época! :)
Espero que tenham todos/as um feliz dia dos namoridos e para quem não tem ainda uma cara metade, façam este bolinho e animem-se pois hoje é Sexta Feira! ;)

Bolo de avelãs e chocolateBolo de avelãs e chocolate-lateral 

Ingredientes:

100 g de avelãs sem casca
140 g de farinha com fermento
175 g de manteiga cortada em pedaços
140 g de açúcar
2 ovos grandes
50 g de chocolate negro cortado em pedaços pequenos

Modo de preparação:

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte e forre uma forma redonda de 20 cm de diâmetro.
Triture as avelãs no processador de cozinha (eu não triturei completamente deixei-as ficar em pedaços, para se sentirem no bolo). Acrescente  a farinha e triture muito pouco tempo. Adicione a manteiga e vá triturando a pouco e pouco (pulse) até que se formem migalhas. Misture o açúcar e os ovos e volte a triturar muito pouco tempo. Envolva por fim o chocolate.  Coloque a mistura na forma e alise o topo.
Leve ao forno a cozer por cerca de 50-60 minutos, até que fique firme ao tocar.
Deixe arrefecer na forma durante 10 minutos e desenforme para um prato. Enfeite a gosto, eu polvilhei todo com açúcar em pó e fiz o desenho com cacau em pó.
 

Nota: Não cheguei a tirar fotos ao bolo por dentro porque me esqueci de levar a máquina, mas a próxima vez que o fizer, sim porque vou fazê-lo novamente… eh eh, eu tiro e coloco aqui! ;)

Bom apetite, bom fim de semana e…

Dia dos namorados

Print Friendly and PDF
quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014 7 comentários

Tentáculos de pota guisados com batata e cenoura

Mais uma refeição feita completamente de improviso que saiu da minha cozinha. Na sua confecção utilizei produtos que me foram gentilmente oferecidos pela Paladin e pela Suldouro. Tudo para conseguir obter uma refeição diferente do habitual, e se ficou, não só diferente mas também muito saborosa. Pelo que tenho experimentado dos produtos que me foram oferecidos por estas marcas devo de dizer que estou bastante surpreendida,  e este vinagre que utilizei da Paladin foi um dos que mais me surpreendeu até agora. O sabor que deixa nos pratos é indiscritivel, muito discreto mas ao mesmo tempo saboroso! Gostei imenso!
Sinceramente posso garantir-vos que são produtos de grande qualidade e são Portugueses, o que me deixa muito orgulhosa! Acreditem que não digo isto só para “agradar ás marcas”, pois se eu não gostasse eu dizia, eu quando não gosto, não gosto e não tenho problema nenhum em o dizer e acho que as marcas não levariam a mal com certeza, pois nós também não podemos gostar de tudo, certo?! Mas ao contrário do que muitas pessoas pensam já vamos tendo imensos produtos nossos de excelente qualidade e se não acreditam, façam como eu experimentem e surpreendam-se… ;)
Passemos à receita então:

Tentáculos de pota guisados com batata e cenoura Tentáculos de pota guisados com batata e cenoura-perto

Ingredientes:

2 kg de tentáculos de pota
1/2 cebola roxa
3 dentes de alho
100 ml de polpa de tomate
50 ml de vinho branco
4 colheres (sopa) de vinagre de fruta com frutos vermelhos da Paladin
1 colher (sobremesa) de piri piri com laranja da Paladin
100 ml de azeite
5 pimentas da Suldouro q.b.
Salsa picada da Suldouro
Sal q.b.
Batatas q.b.
1 cenoura grande

Modo de preparação:

No tacho de pressão coloque os tentáculos de pota, a cebola e os alhos picados, a polpa de tomate, o vinho branco, o vinagre, o piri piri, o azeite e tempere de sal e 5 pimentas a gosto. Tape o tacho e deixe cozer por cerca de 15 minutos (contado apenas quando o pipo começa a rodar).
Assim que acabar a cozedura, abra novamente o tacho, retire os tentáculos de pota e coloque as batatas descascadas e cortadas em meias luas e a cenoura descascada e cortada em cubos e deixe cozer. Quando estiverem quase cozidas junte novamente os tentáculos de pota cortados em pedaços. Polvilhe com salsa picada ao servir.

Os produtos que utilizei nesta receita:

 
Tentáculos de pota guisados com batata e cenoura-parcerias

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 11 comentários

Doce de amêndoa

Adoro doce de amêndoa, mas acho-o um pouco enjoativo, pelo que é raríssimo fazer. Isso e o facto de nunca ter encontrado uma receita decente que me saísse bem. Há um tempo resolvi voltar a  fazê-lo e fui procurar uma receita que me agradasse. Encontrei uma num dos livros que tenho de uma colecção de Doces conventuais de A a Z e resolvi experimentar. Fiz apenas metade da receita, pois, como já disse, é um doce um pouco enjoativo logo não vale a pena fazer muita quantidade porque depois não o comemos todo. Foi mesmo só para matar a vontade! :P
Ficou uma delicia, ainda deu para quatro tacinhas que valeram por oito, pois foram comidas por duas vezes cada uma…eh eh eh!
Aqui fica a receita:


Doce de amêndoa Doce de amêndoa-perto

Ingredientes:

125 g de miolo de amêndoa picado
250 g de açúcar
2 ovos grandes
5 gemas
Canela moída da Suldouro q.b.

Modo de preparação:

Ferva o açúcar com 200  ml de água por 5 minutos. Junte a amêndoa e ferva mais um minuto. Retire do lume e deixe amornar.
Adicione os ovos batidos com as gemas ao preparado de açúcar e amêndoa, misture bem e leve de novo ao lume, muito brando, sem parar de mexer até a gemada coalhar. Deite o doce numa travessa ou em taças individuais e polvilhe com canela.

Doce de amêndoa-mais perto 

Nota: Eu em vez de polvilhar com canela preferi juntar um pouco directamente no preparado.

Utilizei o seguinte produto na minha receita:

Doce de amêndoa-parceria


Bom apetite!

Print Friendly and PDF
sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 12 comentários

Popietes de porco com manteiga, alho e salsa assadas no forno

Já tinha ouvido falar muito bem destas maravilhas, mas curiosamente nunca as tinha visto à venda em lado nenhum, não que não costume haver, eu é que raramente as consigo apanhar. Há uns tempos lá as consegui encontrar por acaso no Continente, mas só uma caixinha… e poupa!!! Ah Ah Ah… Mas já não foi mau, deu para experimentar. E ai percebi porque é que raramente consigo encontra-las por lá, é que isto é mesmo muito bom!!! A partir dai cada vez que lá vejo alguma caixinha toca de trazer…eh eh eh!
Como nunca as tinha feito não tinha bem ideia do que lhes por, então, e uma vez que elas já trazem algum tempero, optei por algo mesmo muito simples, só para testar o sabor, e o resultado, bem, não podia ter sido melhor, simplesmente adorámos! Claro que é algo para comermos assim uma vez por acaso porque têm um bocadinho (coisa pouca :P) de gordura, mas vale bem a pena, acreditem! ;)
Então fiz assim:

Popiettes com manteiga, alho e ervas assadas no forno Popiettes com manteiga, alho e ervas assadas no forno-empratadas

Ingredientes:

2 embalagens de popietes de porco com manteiga, alho e salsa
100 ml de vinho branco
Sal e pimenta q.b.

Modo de preparação:

Coloque os popietes num tabuleiro, tempere-os de sal e pimenta a gosto e regue com o vinho branco. Leve ao forno a 180ºC por cerca de 50 minutos.
Retire-lhes cuidadosamente os elásticos e sirva.
Eu servi com esparguete.

Popiettes com manteiga, alho e ervas

Bom apetite e bom fim de semana!

Print Friendly and PDF
quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 16 comentários

Mousse de chocolate e frutas do pomar Português com folhados glacês

Nos dias em que nos dá a goludice e não temos um docinho o que é que fazemos? Isso mesmo, fazemos um docinho e de preferência algo rápido para não termos de estar muito tempo à espera…eh eh eh! E foi o que fiz num destes dias que passaram, lá me deu a vontade de algo doce e, depois de andar a cuscar tudo o que por aqui tinha, lá pus mãos à obra e lá saiu mais um improviso. Aproveitei e utilizei alguns produtos que ganhei em passatempos em que participei e outros que me foram gentilmente oferecidos pela Suldouro e pela Du Bois de La Roche. O resultado foi um docinho fantástico que ficou super aprovado!
Fiz assim:

Doce de mousse de chocolate e frutas do pomar Português Doce de mousse de chocolate e frutas do pomar Português-perto

Ingredientes:

1 saqueta de preparado para mousse de chocolate da Royal
250 ml de sumo de frutas do pomar Português da Compal
8 folhados glacês (feuilletine) da Du Bois de la Roche
Canela moída da Suldouro q.b.

Modo de preparação:

Comece por fazer a mousse de chocolate tal como vem mencionado na embalagem, mas utilizando o sumo em vez da água ou leite. Reserve.
Desfaça grosseiramente os folhados glacês e coloque no fundo de seis taças pequenas ou numa grande. Cubra com a mousse e polvilhe com canela a gosto.

Doce de mousse de chocolate e frutas do pomar Português-maisperto

Nota: Caso ache que o doce fica enjoativo, que foi o que me aconteceu, faça como eu, coloque metade de um pacote de iogurte natural por cima e ataque! ;)

Doce de mousse de chocolate e frutas do pomar Português- Parcerias

Bom apetite!

Print Friendly and PDF
segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014 10 comentários

Batatas a murro à moda do meu Papi

Nos nossos almoços de família em casa do meu papi servem-se muitas vezes estas batatas assadas como acompanhamento de carne grelhada ou assada. Eu simplesmente adoro. Eu costumo fazer muitas vezes batatas a murro cá em casa, mas as dele ficam completamente diferentes, muito mais saborosas que as minhas. Lá tive de lhe perguntar qual era o segredo dele. Ele lá me explicou como as fazia e realmente há uma grande diferença, eu costumo cozer as minhas, ele não. Eu dou-lhes um murro, tempero-as e levo-as ao forno, ele não… Ele faz assim:

Batatas assadas com azeite e alho

Ingredientes:

1 kg de batatas para assar
3 dentes de alho grandes
150 ml de azeite
Sal e pimenta q.b.

Modo de preparação:

Lave bem as batatas e coloque num tabuleiro de ir ao forno, tempere-as com bastante sal e leve-as a cozer a 180ºC até que estas fiquem “engelhadas”, cerca de 40 minutos.
Depois de assadas esmague-as ligeiramente (eu não o fiz, mas o meu papi faz) e tempere-as com os alhos cortados em laminas, a pimenta e o azeite, misture tudo muito bem e sirva.

Batatas assadas com azeite e alho-empratado Batatas assadas com azeite e alho-coração empratado

Nota: Se quiser pode também fazê-las no microondas, eu já experimentei para um desenrasque e ficaram uma maravilha. O método é básicamente o mesmo, colocam-se as batatas com o sal num recipiente que possa ir ao microondas e assam-se, depois é retirar e temperar da mesma forma.

Bom apetite!

Print Friendly and PDF

Número total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
;